sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

OREMOS PELA UNIÃO DOS CRISTÃOS



OREMOS PELOS NOSSOS IRMÃOS EM DIFICULDADES
BRASIL AUSTRÁLIA E OUTROS

Estamos em união de espírito orando todos juntos pela união dos Cristãos.
Há certas divergências que nos afastam uns dos outros, pois tudo bem...
Também nos princípios das novas comunidades havia divergências, mas analisando bem, vale a pena a união e a força do Espírito Santo .
Deus ama a união, sem união, para mim a religião não tem sentido.
O ser humano...(seja ele de que religião for), a dignidade, o entendimento, o dialogo, o consenso o acolhimento são penso eu as premissas de um verdadeiro cristão.

Sou apenas uma gotinha de água neste mundo de religiões e confissões religiosas.
Gosto de fazer comparação com as passagens bíblicas e li isto hoje que me deixou a meditar:

Foi durante a estrada de Apolo em Corinto que Paulo chegou a Éfeso, passando pela região alta. Aí ele encontrou alguns discípulos e lhes perguntou: Recebestes o Espírito Santo quando abraçastes a fé? Mas eles lhes responderam: “Nós nem mesmo ouvimos falar do Espírito Santo.”
Paulo perguntou então que Baptismo recebestes?

Convido-vos a ler esta passagem dos Actos dos Apóstolos 19.
Nada foi fácil mas o Espírito Santo actuou: vamos pedir ao Espírito Santo Luz.



Temos todo Cristo como exemplo e é por aí que temos de caminhar.
Ele é o caminho a verdade e a vida, ninguém vai ao pai senão por Ele.
Somos Baptizados?
Temos a Palavra?
Temos a Oração?
Partilhamos o pão?

Pergunto será que Jesus é um problema para os Cristãos ou uma solução e um caminho para as nossas vidas?
Falo comigo... ás vezes debato-me nestas confusões... Perdoem-me, sou tão pequenina e percebo tão pouco de teologia, mas sei o que é amar a Deus e ao próximo.
Sei o Pai-nosso, aquele que Jesus ensinou.
Sou cristã, católica.
Não sei falar-vos muito bem destas coisas, mas sabem... podem saber mais e direitinho o que se está a passar...passem no blog do Padre JAC
http://caritasdei.blogspot.com/

Falando em partilha estamos a orar em caminhada todos os dias ás 18:30 em solidariedade e unidos pelos irmãos que neste momento são vitimas das catástrofes naturais, no Brasil, Austrália e outros .
Se passar por aqui seja qual for a sua religião
Faça silêncio e ore somos irmãos em Cristo, isto é :filhos de Deus.
Louve a Deus pelas graças que nos está a conceder neste momento

Utilia

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

VAMOS LÁ CONTINUAR COM O JOGO




As sandálias são fraquitas... mas dada a crise tem que se fazer economias e não ficamos descalços... obrigados pela iniciativa.


Vejam só, que sarilho . Agora já sei, vão mesmo atropelar-me de questões।
Claro não devia ter ido buscar o selo desta maneira, fui buscá-lo á Dulce de acordo com a Teresinha, sabe...
A Gisele não mo pode enviar... entrará no jogo mais tarde penso eu (não nos vamos esquecer de orar amiga). Coragem, Deus é infinitamente grande:

“E o meu Deus há-de compensarvos plenamente em todas as necessidades,
Segundo a sua riqueza, na glória que se tem em Cristo Jesus. Fil 4:19

Sabem lá o que custa ir á gaveta dos esquecidos, bisbilhotar coisas que já passaram.
Será que passaram?
Bem, vou ser muito sincera estou como uma aluna na primeira aula de retórica.

BRINQUEDOS QUE NUNCA TIVE
Há brinquedos que gostaríamos de ter pois quem não gosta.
Bem...não me posso queixar muito, contento-me com pouco.
Mas ficou-me cá dentro sempre aquela mágoa:

1- Nunca tive um arco-íris. Conseguir tocá-lo era difícil, mesmo se ele estava diante dos meus olhos. Tão próximo de mim mas tão afastado.
2- Nunca tive um comboio. Mas viajava em pensamentos isso é verdade...
3- Nunca tive uma estrelinha verdadeira. Esperei tantas noites a olhar para o céu á espera que uma viesse falar-me.
4- Nunca tive uma flauta. Mas tive os passarinhos que cantavam maravilhosamente bem.
5- Nunca tive um livro de notas. O único que tive rasgou as folhas. Ficou tudo na minha memória
6- Nunca tive um regador para regar o meu jardim. Mas Deus encarregou-se sempre em matar a sede ás plantas que por lá plantei e com alguma...baldes de água claro dos amigos.
7- Nunca tive uma tela para pintar. Mas sempre admirei a natureza em todo o seu esplendor, todos estes lindos quadros feitos por Deus o maior artista.

LEMBRANÇAS VERGONHOSAS.

UI.... Estas fazem-me corar ainda agora. Mas que vergonha....
Agora que compreendi, ninguém me apanha a fazer asneiras deste calibre, acreditem que mudei

1.
Naquele dia em que decidi pintar a minha maninha mais nova de preto.
Peguei em terra preta molhada, género pintura rupestre...e lá ficou a Maria pintadinha, grande artista...génio tinha eu, mas a minha mãe não entendeu nada...mesmo nadinha e em vez de elogios levei uma surra daquelas... vá lá agente compreender os grandes, a pequena estava linda no seu bercinho (era uma canastra) até nem chorou.
Ases vezes ficam desiludidos com os nossos pais.

2. Aquela treta dos 4*3 e dos 3*4?
É que para o meu pai 4*3 era igual a 12 para mim também claro, nem sei se ainda é assim... Será?... Mas agora 3*4 já não era 12 para mim era 15 sempre tão avantajada, achava que 12 era muito pouco... bem, dada a crise financeira isto da tabuada mudou muito, já compreendi que com a crise 4*3 ou 3*4 é igual a 10 ...
Se me engano corrijam-me por favor.
Por mais que ele me ensinasse, eu dizia sempre 15 e ele dizia 12, não sei porquê que havemos de estar sempre todos de acordo não acha?
Bem, a coisa correu mal e a vergonha foi toda para mim: a minha pastinha de couro foi substituída pela saquinha de linho e lá fui eu toda envergonhada para a escola.


3. Aquele dia em que dei duas bofetadas ao meu namoradinho e tive que mudar de cidade porque ele queria vingar-se.
Gestos involuntários, mais fortes que nós. E zás..., espero que ele não leia isto,... Bem se ler: estou demasiado arrependida...Nunca mais farei tal coisa.
Perdão.

4. Aquele dia em que fiquei fechada na sala de aulas só porque estava a falar na hora do silêncio, isto de colégio de freiras é assim.... Disciplina...
Bem... o pior foi que coloquei todas as carteiras a traz da porta, tinha que fazer qualquer coisa enquanto as outras comiam... a fome é cega e neste caso era a fome de falar Sabem, quando a irmã veio para abrir a porta, imaginem só o estrondo. Duplo castigo claro. Mas que vergonha.
Perdão irmã Clara..

5. Aquele dia em que brincava, mas muito bem, estava a fazer uma comidinha, lembro-me daquele solzinho, daquelas folhinhas viçosas eram da videira de estimação do meu pai, aquela que estava á porta de casa na quinta, retirei-lhe os rebentinhos um por um. Desta vez ele tirou o cinto e já viram o que aconteceu. Além da vergonha doeu mesmo, ainda me lembro.


Aquele dia em que matei a cabeça para me lembrar do que havia de escrever e me deu uma branca do caneco, que vergonha.

6. E é que a branca continuou... mas que grande vergonha.

LEMBRANÇAS DOLOROSAS
1. A perda das minhas canetas parker. vejam só, elas desapareceram, da minha carteira enquanto fui ao recreio.
Cá para mim...Alguém gostou mesmo delas....mas fiquei cá com uma mágoa, logo as duas...podiam ter deixado uma.
Se mas pedissem, também as emprestava mas assim desaparecidas... não, não culpo ninguém... Só que foi muito doloroso o confessar lá em casa que as tinha perdido menti... Roubar? Não, ninguém roubava ninguém, naquele tempo, claro.
Hoje, infelizmente não é bem assim.

2. A matança do porco? Mas que coisa dolorosa... Isso dá-me cá uma aflição que nem sabem....
Um dia decidi no dia da matança, antes que o matador viesse, abrir-lhe a porta e deixá-lo fugir...Ninguém soube, claro, espero que não digam nada a ninguém. Mataram-no na mesma.
Fiquei triste, muito triste era duma barbaridade extrema ficou-me cá dentro.

3. O ter que ir trabalhar para o campo quando vinha de férias: Isso é que dava cabo de mim, gostava tanto de ir para a brincadeira com os outros ou até ficar descansada a ler um livro... mas a avó era quem mandava, era preciso aprender a fazer tudo, aprendi pois claro.
Acreditem que quando planto as couves coloco sempre as raízes na terra, é que já vi alguns plantarem as couves com as folhas na terra e a raiz para o alto.
Mas sabem nem sei como mas as deles crescem depressa e as minhas levam muito tempo.
Isso dói.

4. Chegar a certa altura e dar-me uma enxaqueca tão grande que já nem via as letras, as tais cefaleias....

5. Ter que pedir desculpa porque se acabou o latim.

6. Ficar com dores de barriga só de saber que não acreditaram nas minhas verdades.


7. Já pifei pronto....Mas que chatice... é feio dizer chatice? Perdão

Acho que está bem merecido o selo não?
Respondi a tudo claro.
Amanhã contamos com a Ailaime á qual passo
http://rotasdiferentes.blogspot.com/


Utilia

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

PELA UNIÃO DOS CRISTÂOS

Certas de que Deus escuta as nossas preces vão persistindo.
Continuamos com fé a orar.
Vamos relembrar Marcos 11:24
“Por isso, vos digo: tudo quanto pedirdes na oração crede que já o recebestes e haveis de obtê-lo.”
Animada por esta verdade, peço pela união dos Cristãos Cristo ama-nos a todos. Também continuo com Maria a orar pelos que sofrem neste momento grandes provações devido a estas catástrofes naturais Brasil Austrália e outros.
Somos um grupinho junte-se a nós ás 18h:30.

Se não for Católico mas for Cristão ore connosco o Pai-nosso.
Se acredita em Deus una-se a nós
Oremos em união de Espírito com o Espírito Santo
Somos irmãos em Cristo.
Assim seja
Utilia

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

VAMOS ORAR PELOS NOSSOS IRMÃOS

Solidária?
VAMOS ORAR PELOS NOSSOS IRMÃOS
Estamos numa nova caminhada...Novo desafio.
Desta vez estamos unidos com Maria, orando todos em comunhão de Espírito ás 18:30.Rezamos o terço, imploramos com a Mãe do Céu o Nosso Deus, que tenha compaixão dos nossos irmãos Brasileiros e Australianos, que neste momento estão a sofrer enormes provações.
Se não conseguir rezar o terço acompanhe-nos nesta meia hora com alguns minutos de silêncio... Juntaram-se além dos que passam ou vão chegar
Giséle. http://giselepontes.blogspot.com/.
Dulce http://degraudesilencio.blogspot.com/.
Eu http://demaosdadasnacaminhada.blogspot.com/
Por momentos vamos parar o jogo que a Teresinha nos tinha proposto। Penso que continuaremos mais tarde।
Salmo 61
Ó Deus, escuta os meus brados, presta ouvido á minha prece.
Da extremidade da terra, clamo por ti , quando meu coração desfalece.
Para cima do rochedo, alto demais para mim tu me conduzirás.
Pois Tu és para mim um refúgio, uma fronteira diante do inimigo...
Ficam convidados todos a unirem-se a nós nesta cadeia de oração.
Deus terá compaixão de nós, o Nosso Deus é um Deus de Amor.
Utilia

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

UMA ESTRELA SUBIU AO CÈU


Encontrei uma estrela, caída.
Peguei nela, e os meus dedos cingiram-na pelas pontas
Véu branco envolvendo o nada e o tudo que era a luz...
Espalharam-se os fios brancos da verdade.
Parecia morta mas não estava.

Saber pegar nas estrelas? Só mesmo a vida.
Aquela delicada realidade uniu a humanidade.
Sobre as rosas do meu jardim, entre o viço e a claridade,
Bailaram os meus olhos entre as gotas da madrugada.
A estrela passou entre aqueles dedos...
Subiu ao firmamento e continuou a brilhar.


Para ti com muito amor
Utilia