segunda-feira, 2 de abril de 2012

QUERO CONSOLAR JESUS



2ª FEIRA DA SEMANA SANTA

Nos esvaziamentos sucessivos das ondas
A maré envia a terra aquelas algas
Depões aos nossos pés
João 12, 1-11
....Ela ungiu os pés de Jesus e enxugou-lhos com lágrimas

Como uma grávida que a cada gemido puxa e traz a vida
Tal as ondas puxavam para terra o que tinham nas entranhas
O vai e vem precipita rires e gritos
Lançados tão fortemente quanto os gritos de crianças.

Oferecendo assim o que de mais esperançoso tenho. Ofereço a Deus a vida, A minha vida e a vida daqueles que cada dia trato( cuido).
É esta a minha maneira de consolar Jesus, procurando ser uma profissional com toda a identidade da minha profissão e por inerência reconhecendo que “o meu material de trabalho, é por excelência o ser humano” sabendo que um dia naquela cama poderia ou poderei estar eu deitada, mão sei se é para consolar Jesus ou talvez seja em primeiro porque tenho princípios e também porque acho que o “Humanismo, um certo carinho e uma certa habilidade além do profissionalismo ajuda-me a sentir-me feliz e produzem efeito sobre os pacientes, ficam mais calmos e mais tranquilos quando lhes é dirigido um sorriso, um gesto amigo restabelece confiança, e com sinal de Esperança um cuidado na hora certa uma palavra de coragem. É aí que eu procuro consolar a dor, sinto o bem ao fazê-lo e vejo também que produz um efeito de paz sobre os pacientes.

E respondendo ao apelo de Filha de Maria, “consolar Jesus” , sinto-me um pouco desunida  perante o desenvolvimento deste titulo e sobretudo encontrar maneira
Para O consolar.
Tantas experiências em que fui consolada por Jesus mas eu consolar Jesus isso não sei talvez o meu egoísmo me tenha impedido de compreender isto. Mas ao abrir a bíblia hoje, leio em Tiago 2, 14-19 “Meus irmãos de que serve a alguns dizer que têm f+, (fé) senão têm obras? Pode a fé salvar neste caso? Se um irmão ou irmã não tem com que se vestir e que comer todos os dias, e um de vós lhes disser: ide em paz, aquecei-vos, bom apetite! Sem porém, lhes dar o necessário para subsistir, de que adiantaria? Do mesmo modo, a fé que não tivesse obras estaria morta no seu isolamento. Mas dirá alguém: Tu tens fé: eu também tenho obras. Prova-me a tua Fé sem as obras que eu tirarei das minhas obras a prova da minha fé

Só desta maneira consigo compreender o Tema Consolar Jesus:

Lucas 11, 23
Quem não está comigo está contra mim e quem não ajunta comigo dispersa
Esta afirmação é uma afirmação que me leva a optar por um sim ou por um não.
Estou contra ou a favor? Junto ou disperso?
Que faço eu afinal?
A neutralidade? Nunca.
“ Seja feita a Vossa vontade assim na terra como no céu”

Utilia Ferrão
A noite fala-me”

Saberei eu falar da noite?

É da noite que nasce o dia
É na noite que nascem as estrelas
É na noite que se sonha.
É na noite que o tacto se desenvolve
É na noite que os poetas espreitam...
É na noite que se prepara o dia.
É na noite que a Lua espreita o Sol.

Cúmplice da madrugada, empurrando com amor a escuridão
Para um crepúsculo tranquilo, pacífico, aonde a esperança se faz eterna.

Deixemos as trevas á noite, apanhamos as sombras e vamos dilui-las na luz das estrelas.
Nada é eterno, meu amigo... nem mesmo a noite. Verdade?

A Esperança é eterna, eu acredito.

Utilia Ferrão
PARTICIPANTES
 Malu (c/ blog inactivo) vai publicar aqui - Filha de Maria - 01/04 Domingo

Utilia - De mãos dadas - 02/04 - 2ªFeira

Ailime - Rota Diferente - 03/04 - 3ªFeira

Felipa - Cristo Sempre - 04/04 - 4ªFeira

Ivani Alves - Caminhando com Jesus  - 05/04 - 5ªFeira

Filha de Maria - aqui -  06/04 - 6ªFeira

Concha (S/ blog) vai publicar em - Filha de Maria - 07/04 - Sábado

Dulce - Degrau de Silêncio - 08/04 - Domingo de Páscoa

Que o Espirito Santo nos ilumine e guie