quinta-feira, 10 de novembro de 2011


 É Para ti este poema, Meu Portugal

Este retalho de amor cortado no coração.
Deixo nos braços do Teu mar.
Para assim puderes continuar a navegar.