sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Á DERIVA...


"Cada vez que sorris a alguém, realizas um acto de amor"
Madre Teresa De Calcuta


Á DERIVA

Ás vezes nem se escreve nada, mas tecla-se, porque é assim... e depois esquece-se tudo, e começa o coração a escrever, olha-se para as linhas e aparecem as páginas da vida, claro com algumas em branco, sinais daqueles dias sem inspiração, ou daqueles em que apetece dormir e dizer não ao stress á invasão á corrupção.

Mas certas vezes sim, há ordem, método e até se nota a cor da alegria nas palavras.

Como não as palavras não tem alegria? Ora essa, não, desculpem mas nota-se logo.

...

Todos dizem :"não as palavras leva-os o vento, o que conta são as obras".

Então e as palavras?... Algumas, desculpem lá, ficam mesmo gravadas na mente.

"Adeus" Não me esqueço, para sempre, não me esqueço, Amizade, não me esqueço, Amor não me esqueço, caridade, não me esqueço, Fraternidade, não me esqueço, humildade não me esqueço, Perdão .

Sabem porque as escrevi? É que ás vezes esqueço-me mesmo, mas aqui escritinhas de certeza que ficam para sempre.


Há outras que vou apagar. Fome, descriminação, falta de sabedoria, orgulho, inveja, vaidade e mais? Não chegam?

Bem o que eu verdadeiramente queria dizer, é que sem Paciência as coisas saem ao contrário... (mas que coisa é esta?).
Queria escrever um romance lindo com palavras caras e finalmente olha!.. cai-me estas coisas assim, só imprevistos...

Não sei se fui bem clara mas ás vezes sou incapaz de exprimir verdadeiramente o que sinto, sim porque escrever o que se sente é mais ou menos viver o que se escreve ou escrever o que se vive.

Já a minha amiga dizia: mas que trapalhada...

Fiquei triste, muito triste, porque afinal escrever uma trapalhada dá muito trabalho, imaginem só o que é escrever direito por linhas tortas.

Deus nos dê bom senso e sabedoria

Utilia

domingo, 24 de janeiro de 2010

REVIVER


"Cada vez que sorris a alguém, realizas um acto de amor"
Madre Teresa De Calcutá


Os tempos difíceis que atravessamos não nos podem deixar indiferentes ás diferenças.

Vamos passando, comentando, reagindo mas finalmente há centralidades de poderes aonde tudo está concentrado, esquecendo o Poder de todo o poder.

Nada disto pode ser motivo de desespero, mas sim motivo de Louvor e agradecimento a Deus.




-Tantos mortos, tantas pessoas perderam os seus familiares,tantos estropiados, tantas crianças sem família, toca os corações.



Tudo isto é verdade mas ...Ontem (segundo o jornal de noticias) depois de terem dado ordem para parar as buscas ainda encontraram um homem vivo 11 dias depois.

O homem de fé nunca perde a Esperança, ela alimenta a vida e nós cristãos temos as grandes Verdades de Deus.."O Espírito limitado não conhece nada disso , não compreende nada".Salmo 92:7.

Pois é... damos então graças a Deus pela ajuda dos governantes associações e toda a ajuda humanitária que se está a fazer no Haiti.

Sabendo que unindo-nos honestamente com integridade, com justiça e boa vontade , estamos a amar a Deus pois amamos aquilo que é Bom.

Utilia