segunda-feira, 26 de outubro de 2009

DEUS ABRE SEMPRE AS ÁGUAS

"Cada vez que sorris a alguém, realizas um acto de amor"
Madre Teresa De Calcuta
Estava a pensar e a meditar na fragilidade humana e abri um livro de Ariel Alvarez Valdéz
Que dizia:


O que realmente aconteceu no Êxodo é uma incógnita. Mas o mais importante é que Deus conseguiu libertar um povo cativo e levá-lo para uma terra livre e espaçosa. Quando tiveram de enfrentar perigos inumeráveis e um mar capaz de os engolir, os hebreus animaram-se a correr o risco da liberdade e a enfrentar a incerteza do futuro,sempre pela mão de Deus.
Quem não sonha ser livre? Quem não anseia fugir das amarras que o oprimem (medos, angustias, miséria moral,injustiça, companhias destrutivas,depêndencias políticas opressoras)?
Todos esperamos por alcançar a nossa Terra Prometida. Mas para isso não basta fazer planos e projectos. É preciso encontrar coragem para ultrapassar os obstáculos que nos esperam, romper com as forças caóticas que ameaçam engolir-nos se nos libertarmos,. O relato do Êxedo ensina-nos que essas forças sempre se derrobam diante de Deus. Que as águas jamais engolem aqueles que se deixam guiar pela Providência Divina...
Depois de ler fiquei a pensar que Deus fez faz e fará sempre história com os homens.