quinta-feira, 25 de junho de 2009



Sonâmbulo


O meu olhar, tentava encontrar-te em vão

Mas desaparecias na Imensidão...

Ficava então o vazio

Outro rumo, outra medida, nova sensação.

,

Estendi a minha mão e agarrei nem sei o quê

Bocados de nada ocupando tanto espaço..

contra senso vital ...vazio

levando o homem a medir o sentido do enlaço.


Numa corrida tal parei .

Caminhei e encontrei a Serenidade

Fixei algo, alguém era o desconhecido

Havia muita amizade e saudade


passeando lado a lado encontrámos

flores á beira da estrada

tílias que iam ficando...

Era a nova caminhada

M U