quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Aí ... mas de que serve imaginar Regiões onde o sonho é verdadeiro Ou terras para o ser atormentar ? É elevar demais a aspiração, E, falhado esse sonho derradeiro, Encontrar mais vazio o coração. Fernando Pessoa, in Soneto XXXIV

LUZ INTERIOR

A dimensão da luz de fine o poeta rabiscando a claridade do momento.

Aprendi à luz duma candeia
Acesa nas noites escuras, feitas de poesia 
Onde o luar só entra  se eu abrir janelas.

Aprendi que a luz sem fronteiras
Ilumina sempre mais...
Que a luz mais penetrante vem do teu  interior 
Sai por janelas tão pequeninas como os teus olhos
E ilumina o teu rosto dando claridade ao teu Ser.
LUZ É?
Utilia Ferrão . 

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

RENASCER

Depois de mais de um ano de ausência  renasce uma nova alma.

Não sei se estive perdida ou se encontei outro rumo 
o que sei é que voltei.
Andei por outras paragens por outros mundos.

A todos os meus amigos(as) eu quero cumprimentar, tenho saudades de todos(as) vós.
Irei visitar-vos no vosso cantinho.
Utilia Ferrão
Aí ... mas de que serve imaginar Regiões onde o sonho é verdadeiro Ou terras para o ser atormentar ? É elevar demais a aspiração, E, falhado esse sonho derradeiro, Encontrar mais vazio o coração. Fernando Pessoa, in Soneto XXXIV
Nesta epoca natalicia , exatamente no dia da senhora da conceição .Chegou a hora de dar as maos na caminhada , em breve vou fazer a minha primeira postagem . Peco imensa desculpa aos meus amigos bloggers que me acompanhavam . Até Breve.
Utilia Ferrão