Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro 20, 2011

24º DIA DA II CAMINHADA DE NOVEMBRO PELAS ALMAS DO PURGATÒRIO

Imagem
Ontem pela tarde a nossa amiga Anne: blog http://asasdosversosereversos.blogspot.com deixou-nos, tal como Jesus o fez nas bodas de Cana o vinho melhor para o fim,  convido-vos a darem lá uns  passinho atrás  e beberem um cálice deste vinho,  vejam a maneira como ela com Jesus fez este milagre, ela gratificou-nos preciosamente com o seu contributo de mãos dadas com todos nós.
Apenas uma luz...
“ Que não passem provação Nem tenham necessidade E tenham compaixão Oremos pela liberdade” Anne Lieri
Dou continuidade em Nome do Pai do Filho e do Espírito Santo
Átomo na imensidão, minuto na eternidade, carne mortal e dorida, flor que seca.” Não sei o autor, lembrei-me desta linda frase, que talvez nada vos diga mas ela fala-me. 
Fragmentos dispersos que bailam nas nossas mentes, quando pensamos no que fomos, no que somos e finalmente naquilo que acreditamos ser no Ser “ Um só corpo muitos membros” I Cor 12.12.
Estamos a fazer esta Caminhada neste mês de Novembro cuja derradeira luz partilhamos orando pe…

CAMINHADA DE NOVEMBRO 2011 (REGRAS GERAIS E CONSELHOS)

Imagem
Teresa Desabafos e num "DESABAFO" http://teresa-desabafos.blogspot.com Hoje:  Será a Teresinha a dar-nos mais informação 



Encontrareis a lista dos Caminhantes no blog da Dulce Degrau de Silêncio http://degraudesilencio.blogspot.com

DECIDIU FALAR
Em Silêncio eu escuto, escutei e escutarei pPintintura da minha autoria   Pintura da minha autoria ESCUTO O TEU SILÊNCIO Nada me perturba, nem a dor, nem a fome...Sou corpo liberto
Tudo isso é ínfimo no Tudo que procuro.  “Mesmo que ande por um vale de sombras e de morte, Não receio mal algum, pois estás comigo: Teu bastão e teu cajado me dão segurança (Sal 23-4).
 Estás comigo? Eu sei.  
Ao escutar o Teu silêncio no meu corpo, Vindo do teu corpo inerte, Palpo a escuridão em pez duro de cerviz. Dou asas ao meu voar. Vivo a liberdade...
Adenso os mais altos lugares, lá onde a cruz se faz Luz.
Já que a noite dos meus pesadelos se afoga no Teu olhar. E os prados verdejantes da minha alma crescente em Ti Elevam a imortalidade do meu espírito.
Nada sou... …

A TUA MÃO ME SUSTENTA

Imagem
A TUA MÃO ME SUSTENTA
Tão alto o sol da minha infância... Despenhando-se sobra as rochas da minha vida. Na pendente descida,  Encontrei Tua corda voltada para o céu.
Trepei
 Senti Tua mão, agarrando a minha. Sim, estou escalando a montanha. Não temo apesar  do fio que me liga a Ti ser frágil A Tua mão me sustenta...
Por mais íngreme que seja a subida nada temo porque sei que estás comido.
Utilia Ferrão