sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

CHUVA DE NATAIS ESTRELADOS

Tenho saudade dos  meus natais
Que morreram antes de nascer.
Tenho saudade deste Natal 
Que ilumina um sol nascente dentro do meu peito.


Quero escolher  prendas e ser Natal
Dependurá-las nos olhos de quem passa
Para  que elas brilhem como auroras estreladas 
Em cada manhã nascente neste mundo em que vivo.
Utilia Ferrão

Sem comentários: