quinta-feira, 4 de agosto de 2011

ENTRE O CABO DAS TORMENTAS E O CABO DA ESPERANÇA



Aí ... mas de que serve imaginar Regiões onde o sonho é verdadeiro Ou terras para o ser atormentar ? É elevar demais a aspiração, E, falhado esse sonho derradeiro, Encontrar mais vazio o coração. Fernando Pessoa, in Soneto XXXIV



O preto, diferente do branco....Clara evidência.
E ainda que as candeias se acendam durante o dia
Desmaiam diante do Sol intenso.
Mas para o negro mais escuro, as estrelas dão o brilho.

Percorrer a noite escura tem o seu saber.
Ainda que não se vejam, os astros brilham,
Sempre mais alto.
Inaltecem o Firmamento.

É saber...Sim.
O ideal,  é que cada partícula pertença ao Universo.
Se estão tão próximos, os silêncios das vozes caladas,
Falas esquecidas no pez da noite. Eu vou ouvir.

Abeira-se a proximidade do sentimento eleito... Paz
.
Neste novo amanhecer, eu pergunto á aurora:
Para onde se aproxima o dia? Mas não há resposta.
Apenas se ouve um tropeçar distante, num passado já vivido,
Recalcando as passas no caminho

Será vida a cores... ou a preto e branco?
É mais um “A...”, verdade, nua e crua das divergências.
O Tudo tão distante...nada, nada no vazio daquele mar tenebroso,
O Cabo Das Tormenta

,
 Na barca da alegria
Escondem as verdades mentirosas.
Só resta a última realidade. Ela fala.
Mas mesmo nessa, mentem os sentimentos.

Leva a dor, e com precaução, a ilusão.
Chegando mesmo a negar-se á última versão.
O Tudo e o Nada, nunca estiveram tão próximos.
Chega assim, ao Cabo da Esperança.


Utilia Ferrão

9 comentários:

Dulce disse...

Entre a esperança e o tormento e lá vem outra vez a esperança para sair dele...
Importa que a Luz brilhe em cada passo dado por mais doloroso ou cinzento que seja.
Um beijinho Utilia

Evanir disse...

Querida Amiga..
Tenho visitado poucos blogs não estou bem de saúde .
Mais creio em Deus e sei que vou ser curada pela graça de Deus.
E seu blog estará em homenagem depois da meia noite de hoje .
Sei o quanto é bom para mim nesse momento caminhar lado a lado com uma pessoa que tem fé como você.
Sei que mesmo na distancia até sem saber o mal que me aflige Deus ouve sua oração se orar por mim.
È tudo que te peço nesse momento.
Deus abençoe sua vida hoje e sempre,Evanir.

Evanir disse...

Bom Dia Querida ..
Venho desejar um feliz final de semana.
E carinhosamente avisar que você esta em homenagem
no meu blog,estou esperando sua visita.
Um beijo carinhoso sua amiga pra sempre,Evanir.

teresa disse...

gostei de te ler ..

jinho ..

Fa menor disse...

Um texto que é uma travessia. Em que se adivinham ondas alterosas, mas também as estrelas que sempre estarão presentes para indicar o caminho.

O Cabo da Boa Esperança será dobrado!

Bjinhos, amiga Utilia.

Filha de Maria disse...

Maravilhoso, simplesmente... maravilhoso!

Beijinho fraterno

teresa disse...

ó pá deixei aqui um comentário quê dele ,,,, eh eh eh ...

gostei muito , .
jinhos ..

Maria Luiza disse...

Utilia, que legal vê-la novamente em minhas páginas! Amei sua publicação, sua homenagem por Evanir que já me fez também. Muito chique vc, heim? Vê se não me esquece, Tá? Mil beijinhos!

Pena disse...

Oh, Linda Amiga Talentosa de Excelência:
Maravilha em tudo o que faz. É um fascínio perfeito e doce tudo o que concebe.
Adorei. Um "Cabo das Tormentas" com um epílogo feliz e conseguido.
Bem-Haja, linda amiga pla Obra Literária que foi o seu comentário no meu blogue. Fiquei sem fala muito tempo, acredite? Pela beleza e pureza de si e do que constrói com ternura imensa.
Sou muito seu amigo.
Beijinhos amigos de pureza e de deslumbre.
Sempre a respeitar o seu talento ímpar e divinal no que faz e é.

pena

É uma mágica do sentir.
Extraordinária em qualquer parte do mundo.
Gosto e nunca prescindirei da sua terna amizade sincera.
Bem-Haja, preciosa amiga.
Adorei o seu Post encantado e prodigioso.
Parabéns.