quarta-feira, 25 de maio de 2011

NINGUEM TE AMA COMO EU


“ Não há maior prova de amor do que dar a vida pelos amigos (Jo 15,13)

Senhor Jesus
Repara no que eu senti naquele dia em que pela primeira vez te recebi na minha morada.
Lembro-me como se fosse hoje...E já passaram tantos anos... Trilhei tantos caminhos e encruzilhadas, tantas dúvidas, tantos abanões, enganos e dores de alma... Foram tormentas que passaram de rajada pela minha vida.
Pensei sempre que tivesses desistido de mim, pois nunca mais deste sinal de Vida.
Pensando bem...
Talvez até fosse mesmo eu a abandonar-Te...

 Eu sei que não desistes assim tão depressa de uma alma que é Tua pertença.
 
Ao ver de novo esta foto veio-me á ideia um sentimento de Esperança e aquela voz interior dizia-me: “nunca te abandonei, estive sempre atrás de ti...”

“Ninguém te ama como eu...”

4 comentários:

Anónimo disse...

Amiga Utília.
Ao ler este seu texto, esta sua homenagem, esta sua recordação, escritos com a sua alma, com o seu coração, só posso acrescentar:
"Deus não abandona os seus filhos muito amados".
De tal forma que mesmo nas provações é Ele o porto seguro, o porto de abrigo. E não se esquece de nós!
O Seu coração misericordioso está sempre sequioso para nos receber.
Beijinhos, Utília, e que Deus continue a abençoa-la.
Ailime
(Desculpe aparecer anónimo, mas de outra forma não estou a conseguir comentar)

Filha de Maria disse...

Ninguém te ama como Ele.
Ninguém nos ama como Ele... ainda assim, somos infieis e inconstantes...

Profunda esta partilha que nos dixas.

Beijinho fraterno

Felipa disse...

Deus está sempre presente, nunca nos abandona, nós é que por vezes andamos cegos como os discípulos no caminho de Emaús...
Bj

Ailime disse...

Amiga Utília.
Ao ler este seu texto, esta sua homenagem, esta sua recordação, escritos com a sua alma, com o seu coração, só posso acrescentar:
"Deus não abandona os seus filhos muito amados".
De tal forma que mesmo nas provações é Ele o porto seguro, o porto de abrigo. E não se esquece de nós!
O Seu coração misericordioso está sempre sequioso para nos receber.
Beijinhos, Utília, e que Deus continue a abençoa-la.
Beijinhos da
Ailime
25 de Maio de 2011 22:10