quarta-feira, 8 de dezembro de 2010



SIM
Caminharei sobre os Teus Passos.
És o Caminho a verdade e a vida

“Eis a escrava do Senhor faça-se em mim segundo a tua palavra”Luc. 1, 26-38
São palavras alargadas de geração em geração
E é no meio das minhas dificuldades
Em:
Aceitar as diferenças dos outros...
Que gostaria que comigo renovassem o Sim da Caminhada pois um Sim pode tudo mudar.


E Isaías 55:6-7
Diz-nos
Procurai o Senhor, já que ele se faz encontrar, chamai-o, pois ele está próximo.
Que o mau abandone o seu caminho, e o malfeitor seus pensamentos.
Que ele retorne para o Senhor, o qual lhe manifestará a sua ternura para o nosso Deus.
Que é o pródigo em perdoar.


Sim és meu irmão

Aceitar os meus defeitos: Sou pecadora

Aceitar-te: Tu sem abrigo: És meu irmão
Aceitar-te: Tu o ladrão que eu poderia ser: Sim podes mudar.
Aceitar-te: Tu o mendigo que me solicitas: Sim quero partilhar
Aceitar-te: Tu prostituta: Quero compreender-te
Aceitar-te: Tu o desamparado, escuta a Palavra, deixa as palavras
Aceitar-te: Tu que estás doente, A Esperança nunca se perde, tens um Deus de Amor.
O “Eu “que estás a morrer: Jesus veio para Te salvar e abrir as portas da eternidade.

Tu mesmo que podes e deves fazer por ti amigo?
Tu que estás bem que queres e podes fazer pelo outro?

Aceitar as diferenças, e a partir destas diferenças ver o que tenho de comum
Tanta coisa...Talvez não tenha as mesmas razões nem as mesmas circunstanciais nem os mesmos poderes, mas tenho a mesma humanidade.
Tenho fome, tenho frio, tenho falta de ânimo, falta de amor...sou eu neste corpo que é Jesus

Obrigado (a )....

E em Mateus 18, १२-14 diz-nos O Vosso Pai do céu não quer que se perca nenhum destes mais pequenos.
SIM...
Acredito que Ele tudo pode mudar
Utilia


Imagem retirada da Internet


4 comentários:

Felipa disse...

Bonita a imagem que escolheu para ilustrar o post: "Se alguém estiver sem pecado..."

Amiga Utília, aceitar as diferenças de cada um é o principio para acolher Jesus no nosso coração. Cheguei agora da missa e lá estive a pensar que há tantas pessoas ligadas à igreja que não mudam, que continuam com os mesmos comportamentos anteriores. Foram aceites e acolhidos e agora custa-lhes acolher os outros, usam de autoritarismo, são hipócritas para todos, sorriem para o rico e esmagam o pobre, e participam na missa como se fossem donos dela, apesar de apenas serem o que qualquer um pode ser: leitores, acólitos, ajudantes, etc.
Lido com muita gente e conheço muitos feitios e personalidades, e por isso pus-me a pensar: será que também vou ficar assim? Será que vou perder a humildade, que vou começar a atirar pedras aos outros?

Senhor, faz-me estar sempre com os pequeninos, nunca permitas que cresça aos olhos dos outros mas que me eleve aos Teus, ámen.

Beijinhos e bom Domingo

Ailime disse...

Amiga Utília,
Que reflexão tão bela e que bonita forma de partilhar a sua caminhada neste Advento com interrogações tão importantes e pertinentes na forma como vemos os outros nossos irmãos.
É tempo de nos redescobrirmos na atenção e ajuda que prestamos a quem nos rodeia.
Muito obrigada pela sublime partilha.
Como Nossa Senhora saibamos dizer o nosso "Sim" aos desafios que Deus tem para connosco.
beijinhos,
Ailime

Dulce disse...

Amiga Utília
tocaste num ponto muitissimo importante: Saberemos nós aceitar as diferenças? Li o comentário da amiga Felipa e ela disse tudo o que ia escrever.Tudinho! Fico sempre muito triste quando sou confrontada com atitudes que me decepcionam e tal como diz a Felipa receio cometer esses erros... Vigiai e orai!
Que saibamos olhar Maria como exemplo de humildade e bondade.
Beijinho

Alfa & Ômega disse...

Utilia, esse é o verdadeiro amor ágape. O amor que só jesus soube amar. Ele amou os pequeninos, cegos, leprosos, paralíticos, prostitutas, cobradores de impostos, pastores, todos os excluídos. Amar quem é legal é fácil. Jesus não quer isso. Jesus nos pede amar os excluídos. Só orando e pedindo que ele nos encha com o amor ágape dele, o nosso coração!. Beijão!