quarta-feira, 15 de dezembro de 2010


CREIO EM TI.
CALÇA AS MINHAS LUVAS.
CALÇA OS MEUS SAPATOS

“Ide relatar a João o que tendes visto e ouvido: os cegos recuperam a vista, os coxos andam direitos, os leprosos são purificados e os surdos ouvem, os mortos ressuscitam, a boa nova é anunciada aos pobres, e feliz de quem não caiu por causa
de mim
Lucas 7, 22-23

Para os incrédulos os mais renitentes

Procurei-te em todos os lugares...
Não te encontrei... Vi os teus milagres: água transformada em vinho, cegos a verem, surdos a ouvir, esfomeados a terem pão para comer, os paralíticos a caminhar...
Acreditei, Acredito e quero acreditar para sempre na Tua Palavra.
Experimentei-A nos meus dias de fome, naqueles dias em que nada mais se pode ouvir.
Comi as Tuas palavras, alimento tributário do meu espírito esclarecido.
Alimentei-me do Teu Pão Eucarístico, fortifiquei-me na Tua natureza.
Recebi os sacramentos: Partilhei na minha igreja o que era sagrado.
Sou Católica a caminhar com Cristo na minha vida com outras vidas e com todos os cristãos meus irmãos.

Finalmente vi-te na obra de Teu Pai, o Nosso Pai do Céu , em (Toda a criação).

O Homem: O ser maravilhoso o ser livre do sim e do não.
Os animais: Domésticos e selvagens companheiros de viagem, tantas vezes nossos exemplos de vida.
As plantas: De tantas espécies... frutos de tantos sabores... consolo dos meus olhos, oxigénio do meu corpo.
A terra: Nasci nela, Vivo nela morrerei nela, estrada da minha vida
As Águas: Contributo das minhas lágrimas acalmia da minha sede.

Aprendi a acolher o meu irmão
Reste-as do teu Ser, semelhante a Deus, no qual encontrei um homem bondoso transformado em ondas de alegria e com um único propósito, o de:
Te seguir.
Comunguei, para te conhecer meu irmão, caminhei em mim em ti com Ele e a caminhada só foi possível com as tuas mãos que estiveram sempre calçadas nas minhas. Com os Teus pés calçados nos meus.
Abençoada caminhada meus amigos, caros cristãos.
Obrigada pela vossa companhia mesmo silenciosa...
Sei que ás vezes esvaziava as tuas mãos para deixar apenas as minhas, mas foi quando dei conta o quanto as tuas mãos eram preciosas para mim.
Outras vezes descalçava os meus pés dos teus, mas era aí que via o quanto os meus pés sangravam...

Dar-te-ei sempre as minhas luvas Senhor, estas mãos que são as minhas.
Dar-te-ei sempre estes meus pés sapatos para Tu calçares
Aceita também todas aquelas que te louvam neste momento.


È vasto o teu campo de acção: Não me vou perder:

Acredito que és o filho de Deus, que vieste, vens e virás sempre para aqueles que acreditam e têm fé como um grão de mostarda.
Ele vem para nós para mim para vós, isso eu sei..
Ele está connosco...

OBRIGADA
Imagem retirada da internet
Utilia

2 comentários:

Regina F.Murbach disse...

Obrigada pela vossa visita. Deus lhe acompanhe sempre em suas caminhadas. Jesus está chegando, aproxima-se o Natal,com ele a alegria de recebermos o menino Jesus em nossa lar. Abraços. Regina

RETIRO do ÉDEN disse...

Amiga Utília, Mãos de Deus,
Dia a dia vamos caminhando em SUA Direcção.
Como está actual a leitura de hoje aqui.
Jesus está connosco. Sempre que o homem quiser.
Deixemos que ELE permaneça em nós...façamos-LHE a vontade de amarmos os nossos irmãos e ELE nunca nos abandonará.
bjs.
Mer