domingo, 4 de outubro de 2009

"Cada vez que sorris a alguém, realizas um acto de amor"
Madre Teresa De Calcutá


O homem não morre quando deixa de viver
Mas quando deixa de amar.
Charlie Chapeline

4 comentários:

teresa disse...

é uma grande verdade utilia ,

até fiquei sem palavras perante
tão profundo pensamento ,
que mereçe ser reflectido e meditado .

beijinhos

Nova Civilização disse...

Essa reflexão que postaste é verdadeiramente Linda!!! Lembra me do que o Apóstolo Paulo descreveu a cerca do amor:

"... O Amor é paciente e bondoso. O amor não é ciumento, nem orgulhoso, nem vaidoso. Não é grosseiro, nem egoista. Não se irrita, nem fica magoado. O amor não se alegra quando alguém faz alguma coisa errada, mas se alegra quando alguém faz o que é certo. O amor nunca desanima, porém supota tudo com fé esperança e paciência..."
1 Coríntios 13:4-7

Quando perdemos todas essas característica, do Amor, realmente estamos mortos.
Abraços,

Gisele.

DE MÂOS DADAS disse...

Teresa
Vamos então pensar positivo
Obrigada

DE MÂOS DADAS disse...

Nova Civilização
È verdade que Paulo na Carta aos Corintios diz-nos que sem Amor nada é possivel.
Vamos então Amar mais e melhor á maneira de Jesus como nos ensina Paulo.
Obrigada